HISTÓRIA

Em 2013, na varanda da minha casa, começava o Ateliê da Ciça. Costurava os primeiros jogos americanos e guardanapos vendidos nas redes sociais online e também para amigas.

A varanda foi ficando pequena e uma máquina já não dava mais conta do recado. Crescer foi inevitável e assim fui meu primeiro espaço físico, um showroom em escritório, meu cantinho todo preparado para receber os clientes e apresentar as criações. Os pedidos foram aumentando e diversificando, eu já não estava mais sozinha.

Rodeada pela maternidade, em um processo quase natural, entramos no mundo encantado dos bebês. Foram muitas fraldinhas, lembrancinhas, toalhinhas, ursos etc., assim lançamos a linha Moda Bebê. Inauguramos em setembro de 2016 nosso espaço dentro da Villa Presentes na minha cidade natal, Poços de Caldas/MG. Em seguida, novembro/2016, também abrimos as portas (“loja na rua”) em endereço Sertãozinho/SP, onde tudo começou.

Temos orgulho em resgatar o “feito a mão”, criamos nossos produtos em pequena escala, defendendo sempre ideais como “crianças vestidas como crianças”, além de direcionar para o consumo ético. Nossos produtos carregam sentimentos de cuidado, carinho e respeito.
Ainda temos muito trabalho e buscamos sempre evoluir, mas nossa jornada já foi iniciada:
– produção artesanal, empresas parceiras responsáveis;
– empreendedorismo feminino;
– produtos de uso prolongado (qualidade);
– embalagens recicláveis.SEMPRE AGRADECIDA
Agradeço muito a Deus e a todos os “anjos da guarda” que estiveram no meu caminho e que fazem parte desta história. Um passarinho só não faz verão. Nossa equipe é uma família unida buscando crescer todos juntos.
Agradeço cada cliente que confia em nosso trabalho, fazendo sua encomenda. Àqueles que compram à distância ou que nos prestigiam fisicamente. A cada curtida/comentário por aqui, todos nossos seguidores são “de verdade”, uma conquista orgânica construída e conquista

da dia a dia.
Agradecimento especial às minhas amadas avós, que foram fundamentais na minha vida: Neuza e Cecília. Foram elas que me ensinaram a costurar quando ainda brincava de bonecas.
Por fim, agradecimento à minha família, sem vocês não estaria aqui. Bruno, meu parceiro, incentivador, tantas qualidades que nem sei! Aos meus filhos Benjamin, Betina e Bento que me mostram todos os dias o que realmente importa nesta vida!